domingo, 1 de março de 2009

Perguntas do Retiro de 2009 - Parte 1

  • Por que as mesmas histórias são contadas nos evangelhos de formas diferentes?

Os quatro evangelhos foram escritos para públicos diferentes e com finalidades diferentes. Mateus escreveu aos judeus e apresenta Jesus como o Messias prometido. Marcos escreveu aos romanos e apresenta Jesus como o servo de Jeová. Lucas escreveu aos gregos e apresenta Jesus como o homem perfeito. João escreveu à igreja e apresenta Jesus como o Filho de Deus. As histórias que se repetem nos evangelhos foram contadas a partir da ótica do evangelista em relação ao seu propósito. Quando juntamos os quatro evangelhos temos uma história completa e mais rica em detalhes. O que parece ser contradição entre as histórias, na verdade é complemento de detalhes. Por exemplo, em Mt 8.28-34 está escrito que Jesus libertou dois homens endemoninhados da região de Gerasa. Já em Mc 5.1-20 diz que era um homem. Não há contradição nenhuma. Mateus está falando do número de homens endemoninhados que haviam ali. Marcos focalizou sua atenção sobre um deles, sem declarar que não havia outro homem.

  • Como fica a salvação de um paciente submetido a uma eutanásia?

Como a de qualquer outra pessoa. A salvação depende da pessoa exercer fé na obra expiatória de Jesus na cruz. Se ela fez isso antes de entrar no estado de coma, diz a Bíblia que ela é salva, independentemente de alguém desligar os aparelhos que a mantêm viva. E mesmo no estado de coma, a maioria das pessoas mantêm uma certa consciência e raciocínio. Neste estado, mesmo sem palavras e interiormente, alguém pode se lembrar das verdades que lhe foram pregadas e crer na obra salvadora de Jesus. Jesus disse que o que vem a Ele nunca será lançado fora (Jo 6.37).

  • A Bíblia fala que Deus não é homem para que minta nem filho do homem para que se arrependa. Então por que Deus se arrependeu de ter feito o homem?

A Bíblia que lemos é a tradução de um livro escrito em hebraico, grego e aramaico terminado a quase dois mil anos. Temos que ter isso em mente para saber que certas palavras em outras línguas têm significado diferentes dos que nós usamos. Quando a Bíblia diz que Deus não é homem para que minta, nem filho do homem para que se arrependa, quer dizer que nunca Deus irá voltar atrás nas palavras que falou, e nunca vai dizer que não deveria ter dito aquilo. Ou seja, passará os céus e a terra, mas suas palavras não passarão.

Quando a Bíblia diz que ele se arrependeu de ter feito o homem, quer dizer que ele ficou triste ao ver a coroa da criação se tornar o que se tornou. Mas não foi a tristeza do tipo, “fiz besteira”. Não, foi uma tristeza do tipo “que pena que o homem não soube valorizar o que lhe dei”.

  • Como Samuel falou com Saul, sendo que ele estava morto (1 Sm 28.3)?

Este é um texto muito controvertido das escrituras. Alguns estudiosos dizem que aquele que se apresentou a Saul através da pitonisa de Endor, na verdade era um demônio se fazendo passar por Samuel. Outros estudiosos defendem que era o próprio Samuel. Eu particularmente fico com a segunda interpretação porque:

O texto bíblico chama o espírito de “Samuel” e não de demônio (1 Sm 28.12,15,16);

Se a Bíblia proíbe a consulta a mortos (Lv 20.27), é porque ela é possível;

O texto não é um endosso ao espiritismo. Apesar da possibilidade da consulta aos mortos, ela é condenada por Deus (1 Cr 10.13).

Acredito que “aquela” manifestação foi Samuel sim, mas não estou dizendo que acredito que os “espíritos” que incorporam nos médiuns hoje sejam os espíritos dos mortos. Por causa da mensagem que trazem, eu acredito que uma minoria são espíritos malignos que se fazem passar por falecidos para enganar os que estão vivos. A maioria se trata do poder psíquico do próprio homem (o médium) para captar o pensamento dos que estão vivos. Daí o porque dos “espíritos” só falarem coisas que algum vivo já sabe e nunca falarem algo que nenhum vivo saiba (uma senha bancária do morto, por exemplo). Não podemos esquecer que uma boa parte destas manifestações são picaretagem. Sim! Do mesmo jeito que existem pastores sinceros e pastores picaretas, existem médiuns sinceros e médiuns picaretas.

Apesar do texto ser incômodo se mal entendido, não podemos torcê-lo para que ele diga o que não diz.

O fato de Samuel aparecer a uma médium numa sessão espírita trás mil e uma perguntas que não temos resposta. Mas que era Samuel, era. A Bíblia diz que era.

  • ETs existem?

Sendo que a Bíblia não fala nada sobre isso, só posso dizer o que penso:

O universo é gigantesco demais e com muitos bilhões de planetas para que eu possa acreditar que somente a terra é habitada.

Não acredito que os óvnis testemunhados aqui na terra, tenha algo a ver com seres de outro planeta. Acredito que estas aparições têm mais a ver com manifestações espirituais do que com máquinas de outro planeta.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Deixe um comentário e assim que ele for analisado será publicado.



Related Posts with Thumbnails
 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br