quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

A singularidade da Bíblia

image

“Para sempre, ó Senhor, a tua palavra permanece no céu” - Salmos 119.89

A base para o nosso relacionamento com o Senhor, é a fé. Mas Deus não exige de nós uma fé cega: de modo generoso, Ele fornece-nos evidências suficientes para apoiar uma decisão racional e ponderada de crer nEle e confiar em suas promessas. Algumas destas evidências Ele estabeleceu na criação, outras Ele demonstrou ao longo de tempo, e ainda outras Ele continua a revelar-nos diariamente.

Uma das evidências mais fortes e palpáveis que recebemos de Deus é a sua Palavra, a Bíblia. As Escrituras são uma coletânea de 66 livros, escrito durante um período de mais de 1500 anos, por um grupo diversificado de homens – entre eles, um fazendeiro, um cobrador de impostos, um médico, um pescador, o filho de um escravo e um rei – e ainda assim estes livros conectam-se com perfeição, integrando-se firmemente, para revelar uma história admirável.

A Bíblia é incomparável nos seus méritos como um documento histórico altamente fidedigno. Os historiadores usam diversos procedimentos para determinar se um texto antigo é confiável, incluindo a idade do manuscrito e o número de cópias que dele existem. Segundo estes procedimentos, a fiabilidade das Sagradas Escrituras é notável.

Deus nos deu a sua Palavra – um documento que Ele fez sobreviver intacto ao longo dos séculos, o qual sempre existirá para testemunhar a existência, bondade e fidelidade dEle. As Escrituras são um sólido alicerce para a nossa fé, um canal para a graça de Deus.

 

Fonte: Graça Diária, pg 9. CPAD. 1ª Edição

1 comentário

venancio ribeiro disse...

esse breve estudo é de grande valia para todos que desejam conhecer um pouco mais das sagradas escrituras.

Postar um comentário

Deixe um comentário e assim que ele for analisado será publicado.



Related Posts with Thumbnails
 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br